Seguidores

Falar simplesmente que a televisão não educa é uma postura cômoda e antiquada. Não adianta espernear, que ela vai continuar nas casas, ligada em programas questionáveis, apesar de algumas opções de qualidade. Em primeiro lugar, é importante educar a criança desde cedo para saber escolher o que quer e o que precisa ver... Porque na vida deve haver lugar para a descontração e para a concentração. Para o estudo e para a diversão. Escolher o que ver na televisão é um retrato também do tipo de opção que a criança e o adolescente vai fazer durante a vida. A televisão é, sem dúvida, um recorte. Assim como os jornais e revistas também o são. Assim, embora saibamos que a sociedade deveria lutar pela qualidade televisiva e exigir uma televisão pública, gerida pela população, como há nos países mais desenvolvidos, a questão é: como educar para que as opções da vida também sejam opções conscientes ? Sobre o uso da tv em sala de aula, vejo vários pontos de reflexão como a necessidade das atividades terem objetivos específicos bem definidos para não se transformarem em passatempo. Assim, não pode ser uma improvisação e o professor tem de preparar muito bem as aulas em que irá explorar o texto televisual, da mesma forma que prepara (ou deve preparar) os textos impressos ou orais com que vai trabalhar. No livro Televisão e educação, Maria Thereza Fraga Rocco analisa bem a relação entre educação e televisão e dá sugestões para o bom aproveitamento do veículo como recurso educativo. Segundo ela, cabe ao professor escolher um segmento determinado, gravá-lo,levá-lo para a classe e explorá-la juntamente com os alunos, sendo que tal segmento não deve ultrapassar a 15 minutos de exibição. Mostrar um programa todo, longo, é como matar aula. Fracioná-lo com lógica e organizá-lo para posterior exploração é atividade de alto valor pedagógico e educacional. Um trecho de programa qualquer ou um comercial de TV podem ser desenvolvidos em sala de aula com vários professores, a um só tempo. De modo interativo e multidisciplinar, por exemplo, é possível também que seqüências de uma entrevista, de uma minissérie, de um documentário de bom nível e até mesmo de um programa detestável sejam analisados com os alunos pelos professores de português, artes, ciências, geografia. Assim, pela linguagem do vídeo, da TV, exploram-se, na escola, as outras múltiplas linguagens que constituem o homem hoje no seu grupo social e no seu cotidiano.

galinha Pintadinha 2

Meu selo

Meu selo
Nina Ludolf

Quem sou eu

Minha foto
Sou Artesã, apaixonada por EVA, Mãe de duas princesinhas Ana Clara e Yasmin, casada com o melhor marido do mundo, atualmente moro em Taubaté SP, mais sou de Pirassununga, espero postar aki meus trabalhos e dicas e que meus seguidores gostem,.. bjkasss

Visitas

Tecnologia do Blogger.

Pentel

Pentel
Parceria giz pastel

que presentão!!!

que presentão!!!

Sonho realizado

Sonho realizado
minha querida parceria que tanto esperei!!!

Filiperson

Filiperson
Parceria com Papéis especiais

Parceria Feltro

Parceria Feltro
O melhor do Brasil

Parceria de colas

Parceria de colas
Permabond obrigada!!!

Drisol Artesanatos

Drisol Artesanatos
Frisadores moderadores

Vanessa Otto

Vanessa Otto
Parceria em carimbos de olhos

Sinimbu Fitas

Sinimbu Fitas
Qualidade e dedicação

Parceria brilhante

Parceria brilhante

Apoiamos

Apoiamos

blog da madrinha

Joelma Couto

Joelma Couto

Mimos em EVA

Mimos em EVA
minha mãezona do EVA

Suzimare

Suzimare
Suziarts

tayartes

tayartes

Artesã

Artesã
Grupo amigas do EVA 2012

Art's Carol

Art's Carol

Palmira

Palmira
MINHA AMIGA QUERIDA

Nina Ludolf

Nina Ludolf
Minha Mascotinha

AMIGAS DO EVA

AMIGAS DO EVA
Meu grupo que amo tanto!!!

Minha Afilhada

Minha Afilhada
Palmira Biscuit

Abelhinhas criativas

Abelhinhas criativas
eu faço parte!!!

Ateliê Nina Ludolf

Ateliê Nina Ludolf
Loja virtual

Minha Loja

Compre

Os melhores!!!

Que Horas?

relojes web gratis

Dom de Deus

Dom de Deus

Dinda do blog

Dinda do blog
DENISE MOTA

agenda dos blogs

Minha afilhada

Minha afilhada
Tayartes

Follow by Email